fbpx

O PODER EM SER VOCÊ MESMO

O inacreditável ringue de ideias do marketing digital nos expõe à uma grande quantidade de conteúdos o tempo todo.

Seja dos que nos educam até os que nos divertem, vemos dezenas de pessoas diante de uma câmera “mandando ver”, falando e se expressando com desenvoltura.

Ao começar a produzir conteúdo, eu tenho certeza de que você vai querer ter o mesmo sucesso, ao ver os números de curtidas, comentários etc.

Quando finalmente decidimos ir, nós mesmos, para a frente da câmera, normalmente aparece o grande problema: ficamos tentados a fazer de um simples story uma grande palestra.

É aquela mesma cena, de uma pessoa falando para o infinito, como se estivesse diante de uma audiência de dezenas de pessoas.

Olhe a sua última interação e diga se não é verdade. Mais! Aposto que o que escreveu no último post foi algo assim, desse tipo. Tão guiado pela forma como viu os outros escrever que acabou sendo um estilo genérico de si mesmo.

Infelizmente, o caminho para a produção de um conteúdo minimamente bom passa por um teste de fogo, ao qual muita gente sucumbe: a busca pela própria voz.

A sua voz deverá ser o seu estilo único, o seu jeito de falar, de se expressar, que vai tornar sua comunicação facilmente identificável pelo seu público. Esse trabalho é complicado, pois exigirá que você aceite que a melhor forma de falar é a sua forma de falar.

Vejo pessoas fazendo um esforço imenso para modelar seus ídolos, sem levar em consideração que chegou até ali para ouvi-la foram pessoas que gostam do jeito dela. É o sotaque, o humor, os traquejos, as gírias... tudo isso compõem quem você é e não se engane: quem está do outro lado sabe quando você está atuando.

E isso se aplica também à escrita, onde um post vira um tratado, chato e “desinformativo” no excesso de formalidade e de informações.

Tudo bobagem.

O ponto central aqui, que desejo te passar, é que o seu jeito de se comunicar é um diferencial em si, que precisa ser lapidado para que a sua mensagem possa encontrar a sua audiência e realmente fazer diferença para ela no contexto da pertinência e interesse.

Como falei no artigo O primeiro passo para produzir um conteúdo minimamente bom, o seu público é uma única pessoa, que você entende, tem proximidade, quase um amigo. Você não fala com um amigo usando um tom que não é seu ou um vocabulário pomposo e verborrágico. Você conversa com confiança, olho no olho, com palavras e expressões que vocês compartilham. E assim será na internet.

Mas isso não significa um vale tudo! Muito pelo contrário!

Lembra-se que falei de “lapidar”? Pois bem. Quando estamos com pessoas próximas, tendemos a ser totalmente informais e despreocupados com concordância, altura da voz etc.

Pois bem, após pensar em naturalidade de falar com uma pessoa conhecida, agora você precisa lembrar que está falando com ela em público, cercado de estranhos, que estranharão a forma como você conversa.

Aqui, você vai dar o próximo passo da sua forma de se expressar: tratar o seu público com naturalidade, ao mesmo tempo em que mantém a conversa num tom receptivo o bastante para que outras pessoas que, ao ouvir a conversa, se sintam à vontade para participar.

Esse é o grande ponto, que pouca gente fala não por ser um segredo, mas porque não entendem esse mecanismo e é aí que você vai conseguir, finalmente se comunicar de forma assertiva, clara e interessante.

No fim, o desafio estará no treino constante desses fundamentos, de uma forma tão intensa que, no fim, o seu estilo de comunicação surja como algo forte e marcante. E esse treino acontecerá justamente o campo de batalha que é o melhor professor: a produção de conteúdo nas redes sociais, blog e YouTube.

Portanto, traga para si a responsabilidade de ser mais que entendido, mas sim, ter uma marca pessoal impressa em cada palavra que fala e escreve, de forma que isso sirva de farol para a sua audiência, que buscará essa referência, sempre, para seguir.

Agora vá e faça!


Fa-lou!

Paulo Venturin
Paulo Venturin

Audácia é fazer!
Empreendedor, publicitário e paraense.

compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp