fbpx
Forrest Gump sentado em banco público

O ESPECIALISTA DO NADA

– “O homem é senhor do que pensa e escravo do que diz”.

– “Quem fala demais dá ‘bom dia’ a cavalo”.

Dragons' Den Hand GIF by CBC - Find & Share on GIPHY

O acesso à informação nunca foi tão fácil, rápido e farto. Hoje, temos como compreender minimamente o significado de qualquer termo, nos inteirar de qualquer assunto, quase sem esforço, através de uma pesquisa rápida feita no Google.

Isso abre um tremendo leque de oportunidades diante de todos que podem, de maneira bastante ágil, se integrar nas conversas sobre basicamente qualquer tema, compreendendo um pouco do contexto.

Ao ser transportado, de volta, para as redes sociais temos pessoas que, tendo contas comerciais no Instagram para divulgar seu trabalho, produto ou serviço, se deslumbra com a própria voz e desata a falar como se não houvesse o amanhã.

Essa postura vai criando obstáculos para o crescimento comercial por expor uma deficiência séria: a falta de linha editorial.

Não criar e cultivar uma linha editorial clara conduz você para um ponto de exposição negativo, pois se vê tendo que defender pontos de vistas de assuntos muitas vezes irreconciliáveis, que inevitavelmente vão te derrubar e gerar descrédito no seu trabalho.

Conteúdo de sucesso é conteúdo numa lupa

A produção de conteúdo numa rede social deve obedecer a um critério claro: formar uma audiência interessada, que vão compor o “topo do funil de vendas” que você está montando. São pessoas que ainda não tem consciência do problema, dentro do grupo que você definiu previamente como seu público-alvo, e que você sabe que existe e que você conduzirá para tal compreensão.

Assim, o conteúdo servirá para conduzir esse público para o primeiro momento “eureca!”, para aquele momento em que se descortina sua real situação e eles entendem onde estão e que aquele incômodo persistente é causado por algo material, tangível e compreensivo.

A pergunta que deve vir na sua cabeça agora é: como produzir esse conteúdo sem ser um chatão professoral?

Criando uma linha editorial.

Sobre o quê falar

O primeiro passo para a criação de sua linha editorial é entender quem você é. Quais são, de verdade, suas habilidades e que assuntos domina profundamente. Aqui, faça um exercício simples, escrevendo quais são os dois ou três assuntos sobre os quais você tem argumentos para manter uma conversa a sério durante horas.

Tendo isso descrito, você vai escolher a linha mestre do seu conteúdo. Qual o assunto principal que você vai abordar no seu perfil? Oração para católicos? Emagrecimento para diabéticos? Exercício para grávidas? Lógica para adolescentes? Lembre-se que esse é o tema que conduzirá a audiência para a compreensão do problema, do que precisam mudar e melhorar.

Dois dedos, com expressões faciais desenhadas, simulando discussão.

Ter o tema principal é um grande passo, mas ficar limitado a ele faz com que cada post pareça uma aula que, por mais divertida que seja, sempre será uma aula e saturará o público. Por isso, é necessário que se adicione à essa linha mestra duas outras auxiliares.

O que falar nas linhas editoriais auxiliares? Assuntos que não digam respeito ao tema central. Assuntos que humanizem e te tornem mais interessante e divertido. Essa escolha será feita a partir de temas que você goste dentro da sua rotina normal. Religião, futebol, relacionamento, filhos, casa, hobbies… qualquer tema que sirva como quebra da linha principal, que permita a variação.

Tendo as três linhas definidas, ficará muito mais simples produzir um conteúdo que realmente faça diferença para a audiência da sua empresa.

Por fim, atente para a finalidade de cada uma das linhas editoriais. A linha principal deverá ser sempre planejada para conduzir seu público para a compreensão do problema que tem e dar o primeiro passo em direção ao produto ou serviço que tem a oferecer. As secundárias, criar o entretenimento necessário para manter sua audiência acompanhando você e permitir mais tempo àqueles que demorarem mais para perceber o problema que você deseja que seja identificado na linha principal.

Dessa forma, você deixará o posto de especialista em nada e se tornará especialista no assunto em que precisa ser, aos olhos do seu público.

Eis a mensagem de hoje!

Paulo Venturin

O Arauto Digital

Paulo Venturin
Paulo Venturin

Audácia é fazer!
Empreendedor, publicitário e paraense.

compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp